Confiança e arrogância

//Confiança e arrogância

editora albatroz publicação como publicar seu livro meu publique seu livro como publicar meu livro“Você tem que começar com a vontade de que aquilo que vai escrever será a melhor coisa que já escreveu, pois sempre fica algo desta vontade”, disse Gabriel García Márquez, autor de Cem Anos de Solidão e vencedor do Prêmio Nobel da Literatura de 1982.

Um dos maiores segredos para escrever bem é acreditar em você, acreditar no seu livro, acreditar na sua capacidade de contar uma história. Afinal, quando você apresenta sua obra aos leitores, está pedindo que eles acreditem nela e na trama que criou. Mesmo não sendo uma história real, você quer inseri-los naquele universo e acontecimentos até o ponto que eles se importem e até mesmo esqueçam da vida real nos momentos de leitura. Por isso, dê o seu melhor e acredite que ele é incrível.

Grandes autores acreditam na arrogância

Ken Follet, autor da trilogia O Século, Os Pilares da Terra, e outros livros considerados best-sellers, acredita que é preciso ser arrogante para escrever. Segundo ele, não há fórmula mágica para escrever um livro de sucesso, mas ser autoconfiante e saber que aquilo que você está criando é o melhor que você já fez, faz toda a diferença. “Isso vai além de confiança, chega até a arrogância. Mas ela é muito necessária para que você termine de escrever. Você precisa acreditar que as pessoas vão querer ler e comprar algo que você inventou”, afirmou durante uma entrevista.

Ele ainda comentou que escrever o melhor livro da sua vida não significa uma história muito mirabolante, complexa ou inteligente. Tanto que muitos críticos dizem que suas obras são simplistas demais. E ele não se ofende com isso, porque consegue passar o que quer mesmo com simplicidade e confiança. E podemos acreditar em suas palavras, afinal, ele já vendeu mais de 160 milhões de cópias dos seus livros.

Para Gloria Steinem, escritora e jornalista, confiança supera talento. “Mesmo que tenha ótimas ideias, será impossível escrever bem sem ter a autoconfiança de que seu texto é bom”, explicou. De acordo com ela, se a pessoa não confia em seu trabalho não poderá mostrar todo o seu talento na obra.

E onde fica a confiança?

Confiança também nunca foi um problema para John Tolland, autor best-seller que ganhou o Prêmio Pulitzer pelo livro Sol Nascente e é muito conhecido pela biografia de Adolf Hitler. “É preciso confiar na sua capacidade e persistir na área pela qual você se interessa para que possa aprimorar a escrita e melhorar cada vez mais seu estilo, mesmo que outras pessoas tentem se ressaltar diante de seu perfil”.

Trabalhe a sua confiança ao escrever um livro e acredite na sua história e talento. Isso não significa que você é o melhor do mundo ou que não vai fracassar. Provavelmente vai. Mas acreditar em si mesmo te mostra que mesmo errando ou se perdendo no caminho algumas vezes, você vai se encontrar e fazer o seu melhor.

By |2018-10-02T18:50:10+00:002 de outubro de 2018|

Deixar Um Comentário