Mercado local - Editora Albatroz

Mercado local

 

A literatura nacional está cada dia mais forte, maior e com mais público. E com esse crescimento todos os autores querem participar do movimento. Apesar do brasileiro ler uma média de apenas 4 livros por ano (sim, é só isso mesmo, dá para acreditar?), esse mercado está em ampla expansão, tanto entre leitores, quanto entre escritores e editoras – as pequenas editoras, principalmente as que publicam apenas e-books, viraram sensação. Mas como ser um escritor iniciante e chegar num nível nacional?

A verdade é que antes de tentar atingir todo o Brasil, uma boa maneira de ir conquistando notoriedade é focar no mercado local. A sua cidade e região – e quando digo região faço referência a pelo menos cinco municípios ao redor – podem te ajudar a testar técnicas de marketing e a ajustar os erros e focar nos acertos.

Se forem cidades menores, principalmente fora do eixo Rio-São Paulo, a quantidade de escritores é bem menor. Claro que isso pode ser um ponto negativo, pois pode significar que é uma cidade sem muita cultura de leitura ou com pouco incentivo aos autores, mas é totalmente possível transformar isso num ponto a favor se você focar principalmente na questão da autoestima do município, se tornando uma espécie de orgulho dos cidadãos, o escritor da cidade.

Para alcançar os seus “vizinhos” faça todo tipo de divulgação que há na sua cidade. Entre em contato com rádios, televisões, jornais, revistas, sites, enfim, os meios de comunicação disponíveis, sempre que necessário. Se possível é melhor contratar uma assessoria de imprensa porque ela tem a expertise e o jogo de cintura de conversar com a mídia e vender uma matéria que talvez você não conseguiria logo de cara.

Participar de eventos, como eu venho dizendo há meses, é também uma boa maneira de se tornar conhecido. Mesmo que a cidade não tenha eventos literários, você pode ir a feiras, reuniões culturais e congressos. O importante é que o seu público te veja e te conheça.

E se onde você mora não tem eventos literários sempre há a oportunidade de ser o primeiro a realiza-los. E eventos do tipo não precisam – e nem devem – ser apenas sobre seu livro, mas sobre literatura em geral, como gêneros diversos, autores nacionais, temas da literatura, por exemplo: mulheres protagonistas, mundos mágicos como Harry Potter, e outros. Não digo que vai ser fácil, porque até ter público, regularidade e fãs vai demorar um pouco, mas é um projeto a pelo menos médio prazo. E conquistando presença constante nos eventos, as pessoas passam a confiar em você e a comprar seu livro.

Para ser sucesso no mercado da literatura é preciso dar passos de formiguinha, um de cada vez, alcançando terreno. Conquiste a sua cidade, depois sua região, em seguida seu Estado e, assim, o mercado nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *