O que é e como escrever um prefácio?

//O que é e como escrever um prefácio?

Crédito imagem: Pixabay

 

Você pode até o conhecer, mas sabe na prática o que é um prefácio?

 

O que é um prefácio?

 

É o texto que antecede a própria história (ou tema, já que ele não está presente apenas em livros de ficção).

 

É uma espécie de conteúdo apoio para a imersão e contextualização ao leitor.

 

Ele pode ser escrito pelo próprio autor ou por outra pessoa que seja de algum modo ligada à obra, ao autor ou ao assunto. Por exemplo: Um livro sobre fontes energéticas foi escrito por um especialista, mas teve um prefácio feito pelo presidente da associação brasileira e fala sobre a importância de obras como essa. Em livros científicos ele geralmente traz muitas informações das pesquisas e dos métodos utilizados.

 

É muito comum livros clássicos e com autores falecidos terem prefácio, principalmente para descrever o contexto em que foi escrito.

 

Confundido com o prólogo, quando o prefácio é necessário é o primeiro texto do livro, bem no início, antes de tudo, como uma espécie de introdução.

 

Assim como o epílogo e prólogo, ele não é obrigatório em um livro. Vai depender da percepção do autor e da editora sobre a necessidade de estar presente.

 

No caso de o próprio autor escrever, trouxemos nesse post algumas dicas de como fazer um bom prefácio:

 

Dicas para escrever um prefácio:

 

1- Introdução e contextualização.

 

No fim das contas, um prefácio é uma introdução da obra. Fale sobre seu objetivo e o que você tinha como intenção ao escrever esse livro e sobre o universo criado – no caso das ficções, principalmente as fantásticas. Mas, é claro, tome muito cuidado para não dar spoilers e contar trechos importantes da trama.

 

Contextualize o leitor para lhe “iluminar o caminho” e para que comece a obra já sabendo o que pode encontrar no sentido de gênero, escrita e contexto histórico.

 

2- Interesse

 

A intenção principal de um prefácio é despertar o interesse, chamar a atenção. Então ele precisa ser interessante, dinâmico e com informações valiosas, até mesmo com pistas do que o leitor pode encontrar – sem os spoilers, é claro.

 

3- Conversa

 

Algo muito interessante do prefácio é que o autor se “despe” dos personagens, no caso de ficção, para conversar com os leitores. É algo pessoal e íntimo. Por isso o escritor pode aproveitar esse espaço para contar suas inspirações, os bastidores da escrita e da pesquisa, curiosidades sobre si e sobre o livro/tema, além de falar sobre autores e outros livros que o levaram a escrever esse.

 

***

 

Com ou sem prefácio, a Editora Albatroz te ajuda a publicar seu livro com atendimento personalizado, qualidade de impressão e a experiência de quem já publicou mais de 300 livros.

 

Por Teca Machado

By |2022-04-10T14:44:09-03:0010 de abril de 2022|

Deixar Um Comentário