Cartas Marcadas

//Cartas Marcadas
Cartas Marcadas2019-10-03T17:46:00-03:00

Project Description

Sinopse

1986: A vida do jovem empresário Percy Gardon não anda muito bem.

Os negócios ruins e o casamento já desgastado o levam a procurar uma saída para a solidão e o refúgio se dá nos braços de Amanda, uma linda dançarina do famoso cabaré da cidade.

Mas um inusitado convite para uma festa na casa do recém-eleito governador do Rio de Janeiro pode mudar a vida do empresário.

Traições, segredos e chantagens dão o tom do evento e Percy encontra naquela noite a solução para todos os seus problemas.
30 anos se passam e ele se torna um dos empresários mais ricos e poderosos da cidade.

A fortuna, contudo, vem acompanhada de muitos desafetos.

Misteriosamente, Percy é assassinado e a investigação do caso passa a ser acompanhada de perto pelo sério promotor Nicolas, amigo íntimo da família.
No curso do inquérito, um diário anônimo é descoberto, levando as investigações para um caminho inesperado.
Segredos do passado são revelados, colocando em risco a fortuna da família e a estabilidade política do pais.

Sobre o autor

Sandro Schulze é um autor estreante com duas características fundamentais ao ofício de escritor: sabe perceber o que os leitores contemporâneos estão procurando numa história, e compor personagens complexos, que saem das ruas, da vida real, para as páginas do seu primeiro livro.
Dessa combinação de qualidades, nasceu Cartas Marcadas, este romance policial que você tem em mãos.

Política, poder, corrupção, amor e o seu revesso são as bases de uma trama que não conseguimos largar até o fim. Como numa boa investigação, somos levados por uma escrita ágil, que intercala passado e presente sem perder o tom e é capaz de formar cenas perfeitas, como as que vemos nos melhores filmes e séries do gênero. O suspense se constrói aos poucos e nos faz querer continuar passando as páginas, uma após a outra, e de repente a solução do assassinato de um empresário ambicioso e corrupto se torna não apenas a prioridade de um promotor de justiça jovem e idealista e de um delegado experiente, mas também a nossa. E então a tarefa da literatura se completa: entreter, sim, mas também nos colocar frente a frente com o que há de mais humano em todos nós.”

– Izabel Aleixo, editora e responsável por alguns dos maiores best-sellers do país, como “O Caçador de Pipas” e “O Castelo de Vidro”.

Deixar Um Comentário