A autopublicação vale a pena?

//A autopublicação vale a pena?

Imagem de StockSnap por Pixabay

 

O sonho é escrever um livro, enviar para editoras, amarem a obra, publicarem e ser best-seller. Infelizmente esse sonho acontece apenas em casos raros. Ao pesquisar é possível descobrir que mesmo os maiores autores atuais tiveram muito trabalho para chegar aonde estão, principalmente de divulgação. E é certo afirmar que a maior parte começou com autopublicação, não só no Brasil, mas em todo o mundo.

 

Mas, afinal, o que é a autopublicação?

 

Como o próprio nome já diz, é quando o autor é quem publica o próprio livro, quem paga por todo o processo e investe dinheiro na sua carreira.

 

O escritor pode ser completamente independente e fazer tudo sozinho – edição, revisão, capa, diagramação etc -, o que não é recomendado, ou contratar profissionais para lhe auxiliar nessa tarefa.

 

E há também a possibilidade de contratar uma editora especializada em autopublicação que organiza todo o processo para o autor. A Editora Albatroz e seus selos é um exemplo de empresa de trabalha dessa maneira, de modo que o contratante não precisa se preocupar com nenhuma parte do processo.

 

Vale a pena autopublicar?

 

Sim. São inúmeras as histórias de sucesso da autopublicação, ainda mais numerosas do que da publicação tradicional (que é quando uma editora lança o livro e o autor fica com uma porcentagem das vendas).

 

Além do mais, cada vez mais pessoas entram na carreira de escritor, então as editoras recebem inúmeros manuscritos, muito mais do que conseguem analisar, até porque o trabalho de uma empresa do tipo não é apenas ler originais e escolher os que lhe interessam. Fora que o mercado editorial brasileiro está em crise, então as editoras tradicionais são extremamente seletivas e apostam apenas naquelas pessoas que têm certeza de que trarão retorno financeiro, o que geralmente significa que os escritores escolhidos por elas são conhecidos do público, que publicaram independente já com sucesso, que tem um enredo muitíssimo bem elaborado, que já tem leitores fieis e mais.

 

Mas para valer a pena no mercado da autopublicação o escritor precisa ter muito claro que o seu trabalho não acaba quando o livro sai da gráfica ou vai para uma plataforma de leitura de e-book, no caso de não ter uma versão física. Na verdade, é aí que o trabalho realmente começa.

 

Para as vendas acontecerem o leitor precisa saber que o livro existe, precisa se interessar por ele e precisa saber onde encontrá-lo. E é aí que entram as estratégias de marketing. O segredo é fazer divulgação sempre e de maneira assertiva. Não é simplesmente ser agressivo e enviar mensagens para os amigos dizendo “compre”. É fazer com que as pessoas queiram mergulhar na sua obra por meio de processos criativos, interessantes e chamativos, chamando cada vez mais leitores.

 

Então, saiba que a autopublicação é uma maneira de realizar o seu sonho de publicar um livro, mas se o desejo é ser lido por muitas pessoas é preciso focar em divulgação.

 

Aqui no blog temos inúmeros posts com dicas de marketing para escritores que podem te ajudar.

 

E se deseja entrar no mundo da autopublicação, entre em contato conosco aqui para pedir seu orçamento.

Por Teca Machado

By |2021-08-24T14:44:48-03:0024 de agosto de 2021|

Deixar Um Comentário