Personagem: Como fazer a apresentação? - Blog - Editora Albatroz

Personagem: Como fazer a apresentação? – Blog

APRESENTAÇÃO DA PERSONAGEM livro publicar editora albatroz

APRESENTAÇÃO DA PERSONAGEM

A apresentação da personagem é algo que merece ser bem conversado nos círculos de escritores. Muitas são as maneiras que os autores usam para o desenvolvimento de um personagem dentro de uma narrativa. Mas a complexidade da criação é proporcional a importância da figura dentro da trama.

Os personagens são aquelas peças fundamentais para o desenrolar de uma narrativa. Através deles o leitor terá a visão da trama, acompanhando seu desenvolvimento e tudo os que o cerca. É a forma de levar o próprio leitor para dentro de sua narrativa, podendo assim, vivenciá-la. Por isso é extremamente importante uma apresentação de personagem coerente, apresentando tanto suas perspectivas da trama como as experiências que o levaram a ser como é.

Podendo ser humanos, mitológicos, seres sobrenaturais, animais ou elementos cósmicos e da natureza, as figuras devem ter uma caracterização que faz sentido com seu papel na história e com sua importância. Um semi-deus filho de algum deus da guerra deve apresentar características voltadas para sua origem, bem como isso deve fazer parte do seu papel no enredo.

Vamos a uma descrição simples para entendermos melhor a apresentação da personagem:

Marcus era um soldado originário de províncias Romanas e partilhava grande entusiasmo pelos saberes filosóficos gregos. Após conhecer as histórias dos seres fantásticos da Grécia, partiu em aventura buscando sabedoria divina.”

Podemos extrair pontos básicos sobre o personagem a partir dessa descrição:

“Soldado Romano”- Podemos presumir que Paulo é um alguém treinado com excelência pelo seu Exército. Provavelmente um exímio estrategista e combatente.

“Entusiasta da filosofia Grega”- Possivelmente é um sábio. Suas ações correspondem a um intento maior. Não apenas materiais, mas buscando algo metafísico.

“Inicia a jornada depois de ouvir sobre os deuses e suas histórias”- Movido por um interesse grandioso, podendo ser piedoso ou não.

“Em busca da sabedoria divina”- Aqui apresenta o objetivo de sua missão, em parte. Esta sequência da narrativa abre brecha para o questionamento do leitor: “Qual a razão dele fazer isso? De Buscar isso?” A partir daqui a trama pode tomar diversos rumos. É sempre interessante deixar mistérios que serão revelados gradativamente para o leitor.

Uma boa apresentação de personagem traz uma boa descrição do mesmo e apresenta quem ele é e o que o leitor pode esperar dele. Mas é claro que sempre devem haver elementos “ocultos” que incentivem a mente de quem lê, isso proporciona uma maior imersão na história. Também é importante ressaltar que a humanização dos personagens devem fazer parte da escrita. Personas idealizados acabam trazendo pouca identificação. Alguém que supera sua dificuldade, ou que cai mesmo tendo muito poder, faz com que as pessoas se enxerguem na história e possam mergulhar mais fundo pelas experiências dos personagens.

Veja mais dicas no Facebook da Editora Albatroz: https://www.facebook.com/editoraalbatroz/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *