Case de Sucesso: Ana Cristina Felipini

//Case de Sucesso: Ana Cristina Felipini

Muito da escrita vem da observação que o autor faz do mundo. Ana Cristina Felipini é uma autora que fala muito sobre o universo que vive todos os dias. Escritora voltada principalmente para o público infantil, ela conta que observa os comportamentos das pessoas, em especial o das crianças, suas atitudes, as brincadeiras, o que mais as atraem. Também analisa como se relacionam com os pais, com os amigos, na escola e com os professores. “Enfim, costumo ficar atenta a todos a minha volta”, explica.

A escritora já publicou 5 obras com a Editora Albatroz, sendo quatro delas infantis e uma participação em coletânea de contos e poemas. São elas: Uma História de Vida, Minha Aula de Judô, O Fantasma Morte, Minha Mãe é a Maior e Baú de Palavras, esse último junto com vários autores. Hoje ela também escreve ficção, contos e poesias.

Processo de escrita

Ana Cristina Felipini comenta que até a adolescência não havia sido despertada nela a vontade de escrever. “Com o passar do tempo, começaram a surgir ideias literárias. Passei a observar as crianças, suas vidas e os seus comportamentos. Daí em diante não foi difícil perceber o quanto estava envolvida e encantada por elas, a ponto de me dar conta do quanto era divertido escrever suas histórias”. Apesar de não ter sido uma paixão desde muito novinha, ela crê que sempre existiu em si um enorme potencial para a literatura. “Mas não me preparei o suficiente. Na verdade, eu fiquei tão surpresa quanto as crianças, ao lerem as minhas primeiras histórias infantis”, explica.

A ideia da autora é criar enredos que deixavam claras as suas preocupações em trazer à tona os comportamentos, as atitudes, os medos e as aventuras das crianças, tudo isso sempre com muita diversão e alegria. “Além disso, procuro trabalhar sempre que possível a questão dos preconceitos e, também, a violência em todos os sentidos”, acrescenta.

O processo de escrita de Ana Cristina Felipini nunca é o mesmo. Segundo ela, às vezes pensa na trama e no que quer abordar. “Em alguns momentos sigo um roteiro planejado. Mas, na maioria das vezes, a história sai de forma natural”, explica.

A sua escolha pela Editora Albatroz, quando publicou seu primeiro livro em 2018, aconteceu porque a editora ofereceu melhores condições à época. “Além disso, a minha decisão foi também pelo atendimento cordial, atencioso e prestativo e, principalmente pela segurança que me transmitiram”, finaliza.

Para comprar os livros de Ana Cristina Felipini e de outros autores da Editora Albatroz é só clicar aqui.

Por Teca Machado

By |2021-03-18T12:04:52-03:008 de março de 2021|

Deixar Um Comentário