Checklist do Vilão: Como Criar Um Bom Antagonista

//Checklist do Vilão: Como Criar Um Bom Antagonista

 

Um vilão pode transformar uma história. Quando ele é bem escrito, muitas vezes chama até mesmo mais atenção do que o mocinho. E nem precisa ser vilão estilo Coringa, do Batman, muitas vezes um antagonista mais “normal” consegue roubar a cena, como a Miranda, de O Diabo Veste Prada, por exemplo. Um vilão sem grandes motivações e mesmo carisma pode afundar um enredo.

 

Mas como criar um bom vilão?

 

Veja abaixo a Checklist do Vilão: Engenharia de Personagens para Escritores, criada pelo Career Authors.

 

1- Vilões são inteligentes e racionais

 

Vilões são os motores que dirigem um suspense. Eles devem ser os arquitetos que incitam os grandes acontecimentos e os responsáveis pelas reviravoltas. Vilões são perspicazes e espertos. São excelentes em identificar as fraquezas do adversário e arrumam maneiras de explorá-las.

 

2- Vilões iludem

 

Vilões são desonestos. Eles sempre devem estar conspirando e planejando maneiras de pegar o herói de surpresa e de fazê-lo sofrer. Se o seu vilão não está criando armadilhas a maquinando maldades, então ele não está fazendo o seu trabalho.

 

3- Vilões “trazem chuva”

 

Em outras palavras, eles sempre pioram a situação e se as coisas estão ruins para o herói, ele nunca o deixa se levantar. Vilões chutam heróis quando eles estão caídos. Eles jogam lenha na fogueira. Eles não têm empatia.

 

4- Vilões traem

 

Vilões não podem nunca, nunca ser confiáveis. A maioria das pessoas confia facilmente e autores devem levar isso em conta quando estão escrevendo. Vilões exploram a confiança dos outros em benefício próprio para ganhar vantagens e estão sempre procurando oportunidades para enfiar a faca nas costas tanto dos adversários quanto dos aliados.

 

5- Vilões evitam leis e ordem

 

Vilões são motivados pelo interesse próprio e não acreditam que as leis da sociedade se aplicam a eles. Eles se comportam de maneira ilegal e amoral. Vilões mentem, traem, roubam, acabam com reputações, chantageiam e fazem maldades. Eles não jogam as regras certas porque elas “são para idiotas”.

 

6- Vilões são sádicos

 

Não tem como dourar essa pílula: Vilões são sádicos. Eles têm prazer no sofrimento de outros. E esse sofrimento pode ser físico, emocional, espiritual, psicológico, mas preferencialmente uma combinação de todos os anteriores.

 

7- Vilões estão dispostos a “tacar fogo no parquinho”

 

Metaforicamente falando, vilões são incendiários. Em outras palavras, eles vão queimar o mundo se é o que for preciso para ganhar, mesmo que isso signifique sacrificar seus próprios recursos e aliados. Vilões estão dispostos a “perder para ganhar”. Autores devem explorar essa simetria de enredo.

 

E lembre-se: Por pior que um vilão seja, o leitor “ama odiar” um ótimo vilão.

 

Por Teca Machado

By |2022-06-22T21:50:44-03:0022 de junho de 2022|

Deixar Um Comentário