Como funciona o recurso do Ministério da Cultura para livros?

/, Mercado Editorial/Como funciona o recurso do Ministério da Cultura para livros?

editora albatroz publicação como publicar seu livro meu publique seu livro como publicar meu livroVocê que é escritor ou pretende ser, certamente já leu que há alguns livros que o Ministério da Cultura ajuda a tornar a publicação viável, não é? O MinC realmente destina parte da verba para essa finalidade e analisa os projetos por meio da Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas – DLLLB.

Além dos editais do Departamento do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas – DLLLB e do Ministério da Cultura – MinC para esse tipo de publicação, é possível também encaixar a obra em projetos voltados para a Cultura e de interesse público por intermédio da Lei Rouanet.

Como funciona a solicitação de apoio a publicações do Ministério da Cultura?

Para escolher para quem será destinada parte da verba voltada para a publicação de livros, o Ministério da Cultura lança editais do Departamento do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas – DLLLB e do Ministério da Cultura – MinC. Quem quiser acompanhar poderá vê-los em http://www.cultura.gov.br/editais-da-cultura.

São lançados também editais que visam destinar verbas para a realização de eventos literários e feiras literárias de pequeno, médio e grande porte.

Lei Rouanet: entenda como ela funciona

Trata-se da Lei de Incentivo à Cultura que é baseada na política de incentivos. De uma forma resumida, pode-se dizer que a pessoa que propõe, ou seja, o autor, capta os recursos que são ofertados através de doações ou patrocínio de pessoas ou empresas.

Essas, por sua vez, podem deduzir uma parcela do investimento, que pode chegar até 100% de seu valor, do seu imposto de renda.

Para fazer uso dela e tentar realizar a publicação, a primeira coisa que você precisa fazer é ficar atento aos editais, como dito acima. Depois disso, é necessário ler com muito cuidado todas as regras e requisitos.

Caso a sua obra se adéque ao edital, é preciso elaborar um projeto e fazer o cadastro. Não vários itens a serem preenchidos e é preciso muita atenção. No geral, as propostas são aceitas entre 1º de fevereiro e 30 de novembro e o cadastro realizado no Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (Salic).

Como fazer?

Além do formulário online, há alguns documentos que precisam ser anexados, como descrito na Instrução Normativa nº1. Feito isso, a proposta passa por diversas análises e é necessário aguardar a aprovação ou indeferimento.

Caso aprovado, é hora de captar recursos, em forma de doação ou patrocínio. Depois de conquistar esse patrocínio é a hora de seguir para a publicação. Dos exemplares impressos, pelo menos 20% deverá ser entregue em escolas públicas, bibliotecas, museus gratuitamente.

O valor de venda também deve ser de acordo com o informado no projeto inicial. Como você já deve ter percebido, o processo é demorado, longo, trabalhoso e precisa de muito cuidado, para que tudo dê certo. Mesmo assim, não deixa de ser uma forma de ter um “patrocínio” para a publicação do seu livro. Há também algumas empresas que fazem todo  esse processo, mas claro que também há custos para isso.

Gostou das dicas? Então veja outras no blog da Editora Albatroz!

By |2018-11-02T13:04:35+00:002 de novembro de 2018|

Deixar Um Comentário