Ferramentas Dramáticas

//Ferramentas Dramáticas

Crédito imagem: Pixabay

 

Você conhece as ferramentas dramáticas para criação de enredos?

 

Numa história, o drama resulta da combinação intencional de conflito e surpresas. Essas ferramentas recursos dramáticos e de gestão da informação a que o escritor pode recorrer para criar e ampliar o conflito e introduzir as surpresas.

 

Tais ferramentas Dramáticas são técnicas para dar dinamismo para o texto.

 

Diego Schutt, do site Ficção Em Tópicos, fez uma lista com algumas das ferramentas mais importantes.

 

Ação

Ação é qualquer acontecimento concreto ou atitude de um personagem. Pode ser usada para caracterizar personagens através de seus comportamentos ou desenvolver o enredo da história. O enredo é a linha de ação da narrativa, ou seja, uma sequência de acontecimentos que, cena a cena, vai alterando as circunstâncias da história, criando um contexto para seu desfecho.

 

Tensão

Tensão é resultado da introdução de acontecimentos chocantes ou obstáculos concretos para um personagem com o objetivo de capturar a atenção do leitor. É uma ferramenta dramática usada para criar um senso de dinamismo e excitação imediata no texto.

 

Surpresa

Surpresa é um acontecimento inesperado, seja por sua intensidade ou imprevisibilidade. É uma ferramenta dramática usada para subverter as expectativas do leitor sobre a história e sugerir a imprevisibilidade do enredo.

 

Revés/Plot Twist

Revés é quando o que acontece é exatamente o oposto do que era esperado. Em narrativas de ficção, uma situação de revés acontece quando as expectativas dos leitores a respeito do que iria acontecer em uma determinada cena – criadas com base em hipóteses lógicas implícitas no contexto da história – são surpreendidas quando o contrário do que eles esperavam acontece.

 

Ironia Dramática

Ironia dramática é quando o leitor sabe mais sobre um evento ou uma situação do que os personagens da história. Isso cria um senso de apreensão e empatia porque o leitor sabe o que vai acontecer ou pode acontecer com os personagens, mas eles não sabem. O uso de tal ferramenta desperta um desejo quase irresistível de eliminar a tensão criada pela ironia dramática.

 

Ironia Verbal

Ironia verbal é quando um personagem ou narrador diz alguma coisa, mas tem a intenção de expressar o oposto do que diz. Essa ferramenta é um sinal para o leitor de que o significado do texto não deve ser interpretado literalmente, considerando apenas as palavras usadas, mas sim dentro do contexto em que foram ditas.

 

Diálogo

Um diálogo é uma troca de ideias entre dois ou mais personagens, que permite aos leitores tomar contato direto com eles sem a intermediação de um narrador. Diálogos colocam os personagens em frente ao leitor e criam a sensação de que a cena está acontecendo em tempo real.

 

Fonte: Ficção Em Tópicos

Por Teca Machado

By |2022-05-02T21:29:45-03:002 de maio de 2022|

Deixar Um Comentário