O que é escrita criativa?

//O que é escrita criativa?

Imagem: Pixabay

Você, escritor, já deve ter escutado mil vezes a expressão “escrita criativa”. Mas, afinal, o que é isso?

 

De acordo com o jornalista Ronaldo Bressane, autor do romance Escalpo e professor de cursos sobre narrativas breves é “tudo que é escrito de modo criativo, ou seja, nem técnico, nem copiado”.

 

Mas você sabia que ela não se aplica apenas ao ramo da literatura ou da comunicação? Um médico, um administrador, um chef de cozinha e qualquer outro profissional pode fazer uso dela. A escrita criativa é apender a contar histórias de forma diferenciada, a pensar fora da caixa e trazer o leitor (seja ele de um livro, de um relatório, de um e-mail, de um portfólio) para perto de você. A ideia é fugir de fórmulas engessadas e criar algo diferente e cativante.

 

E por que ela é importante para a carreira – seja ela qual for?

 

De acordo com artigo no site Educa Mais Brasil, a escrita criativa:

 

1- Melhora articulação do raciocínio para apresentações de trabalho

2- Proporciona novos olhares sobre o mundo

3- Trabalha a capacidade crítica e analítica

4- Traz mais foco e atenção as atividades, etc.

 

O texto ainda relembra o leitor que ao contrário do que se imagina, a escrita não depende apenas de um dom natural. Através de treinamento e estudo ela pode ser cada vez mais aperfeiçoada. É como sempre falamos por aqui: Escrita é disciplina e aprendizado diário.

 

O escritor e professor Matheus de Souza dá três dicas para destravar seu lado escritor – e elas valem tanto para os profissionais da escrita quanto para outras áreas de atuação:

 

“1 – Leia. Leia muito

 

Não existe escrita sem leitura. O escritor precisa ler. Muito.

 

É através da leitura que você se acostuma com a língua de forma escrita e aumenta seu vocabulário. Separe um tempo na sua agenda para ler todos os dias. Pode ser meia hora, quinze ou dez minutos. Mas, leia algo.

 

2 – Transforme a escrita em hábito

 

A lógica é a mesma da leitura. O escritor precisa separar um tempo em sua agenda para escrever diariamente.

 

Um bom exercício é todos os dias pela manhã escrever num caderno as primeiras coisas que vierem em mente. Duas páginas, três páginas. Você decide –– mas escreva!

 

Tenha em mente que as ideias são a matéria-prima do escritor. Portanto, sempre que tiver uma ideia de texto, por mais boba que pareça, anote-a. Ela pode ser útil no futuro.

 

3 – Dicas de escrita de Hemingway: deixe o texto dormir

 

“A coisa mais importante que aprendi sobre a escrita é nunca escrever muito de cada vez… Nunca se deixar secar. Deixe um pouco para o dia seguinte. A principal coisa é saber quando parar. Não espere até que tenha escrito tudo. Quando ainda está fluindo bem e você sabe o que vai acontecer a seguir, essa é a altura certa de parar. Em seguida, deixe e não pense mais sobre isso; deixe o seu subconsciente fazer o trabalho“. (Ernest Hemingway)

 

Hemingway defendia a ideia de “deixar o texto dormir” para sempre ter um ponto de partida quando sentava para escrever.

 

Além deste benefício, a prática pode ser ótima para você melhorar seu texto quando não estiver escrevendo. O que eu quero dizer com isso?

 

Quem nunca teve uma ideia genial durante o banho? Pois é. Enquanto seu texto dorme você pode fazer sinapses que não havia feito enquanto estava escrevendo.”

 

Por Teca Machado

By |2021-11-27T12:32:20-03:0027 de novembro de 2021|

Deixar Um Comentário