O que há de errado com o meu livro?

//O que há de errado com o meu livro?

editora albatroz publicação como publicar seu livro meu publique seu livro como publicar meu livro

Qual escritor nunca teve problema na hora de escrever algum livro? Parecia maravilhoso, mas a história simplesmente não avançou. O que poderia estar errado? Alguns itens, como:

  • A história

Por mais que não queiramos admitir, às vezes a história simplesmente está errada. Começou bem, mas o desenrolar dos fatos te deixou desanimado, sem vontade de escrever, se tornando desinteressante. E se está sem graça para você, imagine para o seu futuro leitor?

Quando isso acontecer, releia, edite, tente transformar o que já foi escrito. E se nada disso der certo, apague e comece tudo outra vez, por mais que doa.

  • O protagonista

Sim, é muito difícil para o escritor não se apegar ao seu protagonista. Algumas vezes ele surge na cabeça dele antes mesmo do enredo em si. Mas, por mais que se esforce, às vezes outro personagem começa a ser interessante, a gerar empatia.

Um protagonista errado pode ser motivo de fracasso para um livro, já que você deseja que os leitores se identifiquem e se conectem a ele. Nesses casos o que fazer? Sumir com ele? Muitas vezes ele precisa de outra personalidade, outro histórico de vida, outras atitudes em relação aos acontecimentos. Reformular pode ser a solução.

  • O ponto de vista

Não importa se está em primeira ou em terceira pessoa, a perspectiva da narração é muito importante para o caminhar de um enredo. A mudanças de pontos de vista podem fazer uma diferença gigantesca para a história. Pode ser que o personagem apenas seja um observador dos acontecimentos, pode ser que ele seja parte importante da ação, pode ser que ele tenha uma outra visão dos eventos. Não importa qual seja seu papel na história, ele precisa ter algo a acrescentar e envolver o leitor.

Se você está em dúvida, pergunte-se se o ponto de vista é o ideal, se alterá-lo fará muita diferença. Outra técnica é testar escrever a história por olhos de outros personagens e analisar se ficou melhor.

  • Os conflitos/reviravoltas

Os problemas, mistérios e plot twists que surgem para os protagonistas sem dúvida são o que movem a história. Quando eles não são surpreendentes, bem construídos ou não  relevância, a história perde grande parte da sua graça. A verdade é que se não há riscos para o protagonista, dificilmente os leitores se preocuparão com o problema dele.

Para um conflito ser interessante, ele precisa oferecer uma real oposição ao protagonista. Pequenos empecilhos não irão atrair a atenção do leitor. Não fique com dó do personagem. Crie problemas de verdade, que pareçam quase impossíveis de resolver.

Quer mais dicas? Veja nossos outros artigos do Blog da Editora Albatroz!

By |2018-11-05T20:33:00+00:005 de novembro de 2018|

Um Comentário

  1. Kelen Cristina Coutinho da silva 7 de novembro de 2018 em 09:35 - Responder

    Olha eu estou escrevendo um livro sobre uma menina que foi estuprada em uma festa e ainda engravidou.
    Eu já comecei contando o incidente no começo da história, para depôs resolver os problemas.

Deixar Um Comentário