Os 4 tipos de redes sociais

//Os 4 tipos de redes sociais

Crédito imagem: Pixabay

 

Falar que um dos melhores canais de vendas para livros são as redes sociais é basicamente chover no molhado. Mas se falamos tanto nisso é porque há um motivo.

 

Segundo Neil Patel, guru de marketing, criador de conteúdo e especialista no setor, usar redes socais:

 

  • Ajuda a aumentar a exposição da sua empresa (o caso você, escritor) no mercado.
  • Pode melhorar a comunicação com o cliente.
  • Permite a realização de uma série de ações de marketing digital.
  • É uma forma eficiente de conduzir o consumidor à conversão.
  • Sete em cada dez brasileiros se informam pelas redes sociais.
  • Elas influenciam a decisão de compra de 77% dos consumidores brasileiros.

 

E o melhor jeito de divulgar seus escritos nas redes sociais é conhecendo-as a fundo.

 

E não, usar Instagram, TikTok e Facebook como lazer não te faz um expert em redes sociais. Elas são muito mais do que isso.

 

Conheça os tipos de redes sociais, de acordo com Neil Patel:

 

Tipos de redes sociais

 

Talvez seja novidade para você, mas não existe apenas um tipo de rede social.

 

1- Rede social de relacionamento

 

As redes de relacionamento são as mais utilizadas.

 

Têm como principal objetivo aproximar as pessoas e criar laços entre elas.

 

Um dos maiores exemplos é o Facebook.

 

A plataforma (ainda) é a maior do mundo em termos de usuários e, embora possa ser usada para diferentes necessidades, o foco continua sendo o relacionamento entre os usuários.

 

Serve para fazer novos amigos, reencontrar antigos, manter contato com familiares e colegas e, por que não, encontrar o amor.

 

2- Rede social de entretenimento

 

São as redes voltadas para divulgação de conteúdo, que podem gerar relacionamentos, mas cujo valor principal está nessa oferta.

 

O melhor exemplo desse tipo de rede é o YouTube.

 

É esse canal que muita gente corre para acessar quando tem intervalinho no trabalho e quer se distrair com algum vídeo engraçado, assistir ao clipe do artista favorito ou acompanhar dicas de YouTubers sobre os mais variados temas.

 

3- Rede social profissional

 

Hoje em dia, ficou muito mais fácil ampliar a visibilidade profissional por meio da internet, e existem redes sociais voltadas exclusivamente para isso.

 

É o caso do LinkedIn.

 

Com ele, os usuários podem disponibilizar currículos, publicar artigos e pesquisas em suas áreas de atuação ou até recrutar novos talentos para suas empresas.

 

Dá para encontrar vagas de emprego, se recolocar no mercado, fazer networking, conferir as novidades da sua área e muito mais.

 

4- Rede social de nicho

 

Também conhecida como rede social segmentada, geralmente, é voltada para públicos mais específicos.

 

Um exemplo que ilustra bem essa categoria é o TripAdvisor, plataforma digital criada para divulgação de conteúdo nas áreas de turismo e gastronomia.

 

Por meio dessa rede, os usuários podem conferir dicas de viagem e avaliar os mais diversos serviços ao mesmo tempo que trocam informações com outras pessoas.

 

Essas ferramentas são bastante úteis, sobretudo para as empresas, já que permitem um diálogo mais direto com os clientes e oferecem constantes feedbacks.

 

***

 

Fonte: Neil Patel

 

Não importa sua área de atuação, você pode usar as redes sociais para fazer branding e construir uma nome forte, para se aproximar da sua audiência e até para vender. As possibilidades são diversas – muitas delas não custam nada, inclusive.

 

Mas é preciso estudo, disciplina e constância para atingir seu público e para vender nas redes sociais.

 

Por Teca Machado

By |2022-03-17T12:17:07-03:0017 de março de 2022|

Deixar Um Comentário