Vantagens do financiamento coletivo para livros

//Vantagens do financiamento coletivo para livros
Image by Pexels from Pixabay

Você tem um livro já pronto, está doido para publicar em versão física, mas não tem dinheiro para investir. Qual a solução? Bom, muitos autores – e mesmo editoras independentes ou pequenas – fazem uso do crowdfunding, mais conhecido como financiamento coletivo ou até mesmo “vaquinha online”.

O crowdfunding não é voltado apenas para livros, mas para todos os tipos de projetos, tanto pessoais, quanto profissionais, de pessoas físicas ou mesmo de pessoas jurídicas. A ideia é que aqueles que se interessarem doem/invistam na ideia e recebam algo em troca, no melhor estilo de economia colaborativa.

São inúmeros os sites de financiamento coletivo tanto no Brasil quanto no mundo, como o Kickstarter,

Catarse, Kickante, Benfeitoria, StartMeUp e outros. As pessoas podem apoiar um projeto por se identificarem com a proposta ou para receber as recompensas.

Há várias modalidades de projetos, sendo as mais comuns a “tudo ou nada”, em que se o valor total for atingido, a ideia é tirada do papel e se não for atingido quem doou recebe o dinheiro de volta, e a campanha “flex”, em que mesmo se a meta não for atingida o autor do projeto fica com a quantia para financiar pelo menos parte dele.

Os sites que hospedam o projeto geralmente ficam com uma porcentagem do dinheiro arrecadado, então é preciso pensar nisso na hora de estipular o valor do projeto.

Financiamento coletivo literário

Usar o crowdfunding no meio literário é ótimo em vários sentidos e pode ajudar o autor a custear a produção, a publicação, a distribuição, o lançamento, a divulgação e até mesmo a custear pesquisas e materiais para a escrita.

A ideia é oferecer recompensas a quem doou para que seu livro se tornasse realidade. Elas variam de acordo com o valor doado. No caso dos livros seguem algumas sugestões: nome nos agradecimentos da obra, um exemplar físico com dedicatória, um e-book, marca-páginas, bloquinhos, carta do autor personalizada, bottons, camisetas, cartões postais, adesivos, pôsteres, possibilidade de compra na pré-venda, canecas e muito mais. Depende do bolso e da criatividade do autor.

Além de conseguir investimento para a publicação da obra, escritores independentes que usam esse tipo de financiamento conseguem ter suas obras em mãos sem precisar de uma grande editora por trás, podem continuar com liberdade criativa e é uma forma de marketing que se bem feita pode alcançar novos leitores.

Se você fizer uma pesquisa rápida, vai descobrir que diversos autores brasileiros – não só independentes – fazem e fizeram uso de financiamento coletivo para publicar suas obras. E há até mesmo editoras menores e foram do circuito tradicional do mercado que trabalham exclusivamente dessa maneira

E se você fez uma campanha ou mesmo deseja publicar seu livro, conte com a expertise da Editora Albatroz, que trabalha diretamente com o escritor independente. Entre em contato aqui para receber o seu orçamento.

Por Teca Machado

By |2021-03-18T12:05:05-03:0014 de dezembro de 2020|

Deixar Um Comentário